top of page

PROJETOS Projects

Projetos em Andamento Projects in Progress

2024 - Atual: Um plano de manejo para a conservação da libélula Nathaliagrion porrectum (Hagen in Selys, 1876)
Descrição: Endêmica do norte do Espírito Santo, a libélula das bromélias Nathaliagrion porrectum está ameaçada de extinção devido a alterações em seu habitat provocadas por desmatamento, fragmentação de habitat, incêndios florestais, crescimento urbano e industrial, deposição de lixo, e exploração ilegal de areia e bromélias. Para conservar essa libélula, é necessário reunir informações sobre as mesmas, como: i) conhecer sua distribuição ii) conhecer a dinâmica populacional dessa libélula das bromélias; iii) ter a descrição da larva de N. porrectum; iv) saber quais espécies de bromélias habitadas pelos imaturos dessa espécie são mais utilizadas; v) estabelecer um protocolo de cultivo in vitro para duas espécies de bromélia que são habitadas pela N. porrectum; vi) elaborar um protocolo de criação ex situ e de reintrodução da N. porrectum em áreas de sua distribuição natural; vii) criar material de divulgação científica para ser utilizado em ações de educação ambiental nos municípios onde essa libélula ocorre; e viii) analisar todas essas informações para elaborar o plano de manejo para a conservação da libélula das bromélias N. porrectum. Para obter essas informações, as metas deste projeto são: i) complementar os registros de ocorrência existentes através da validação da distribuição potencial com visitas a dez locais com distribuição prevista e dez locais onde a presença da espécie não será prevista; ii) ter dados da dinâmica populacional para dois locais; iii) analisar geneticamente três larvas e três adultos para fazer a associação entre larva e adulto; iv) indicar quatro espécies de bromélias mais utilizadas pela libélula; v) testar um protocolo de cultivo in vitro para duas espécies de bromélia que são habitadas pela N. porrectum; vi) testar um protocolo de criação ex situ e um protocolo de reintrodução da N. porrectum vii) produzir um caderno de atividades para fazer a divulgação científica produzidas pelo projeto; e viii) enviar um plano de manejo para os órgão ambientais (ICMBio, IEMA, Secretarias Municipais de Meio Ambiente de abrangência da área de estudo). Esse projeto terá a duração de 24 meses. Ao seu final, esse projeto pretende indicar caminhos para reduzir o risco de extinção para a libélula das bromélias Nathaliagrion porrectum..
Financiador(es): Fundo Brasileiro para a Biodiversidade - Auxílio financeiro.

2023 - Atual: Biodiversidade da Paraíba: Status, Ameaças e Oportunidades
Descrição: A proposta buscará apresentar para a sociedade o mais amplo e aprofundado diagnóstico da biodiversidade da Paraíba, a partir da construção de um grande banco de dados oriundo dos mais variados ecossistemas do estado, tanto aquáticos como terrestres, incluindo zonas marinhas, ambientes continentais dulcícolas (lênticos e lóticos), complexo mata atlântica (mata atlântica stricto sensu, manguezais, tabuleiros, restingas e brejos de altitude) e caatinga. O núcleo de excelência em biodiversidade da Paraíba é composto por mais de 50 pesquisadores (todos contactados e cientes da inserção no projeto) que atuam em instituições da Paraíba, como a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em outros estados do Brasil e na Argentina. Valor aprovado: R$ 299.800,00.

2023 - Atual: Biomonitoramento 2.0 na Amazônia através de índice de qualidade ambiental focados em libélulas (Insecta: Odonata)
Descrição: proposta aborda o uso de libélulas em avaliações ambientais de igarapés amazônicos através da técnica de biomonitoramento 2.0, que emprega métodos moleculares para identificação dos organismos. Aproveitaremos o protocolo de biomonitoramento recentemente publicado por nosso grupo de pesquisa na análise da qualidade ambientalde igarapés, onde avaliaremos a presença de espécies indicadoras por DNAmetabarcoding em bulkDNA. Essa abordagem busca superar a limitação na identificação de organismos aquáticos, comumente enfrentada pela ausência de chaves taxonômicas precisas e especialistas. O problema geral abordado nesta proposta é a dificuldade da identificação taxonômica que limita os projetos de biomonitoramento,atividade extrema importância para monitorar e preservar a saúde dos ecossistemas aquáticos. A proposta visa investigar se as técnicas de biomonitoramento 2.0, utilizando o DNA Metabarcoding de libélulas, são mais eficientes e eficazes do que as abordagens morfológicas tradicionais na análise da qualidade ambiental na região de Paragominas, Pará..
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2023 - Atual: Desvendando a biodiversidade de riachos diante das mudanças no uso da terra na Amazônia
Descrição: Este projeto visa a continuidade em associar aspectos teóricos importantes, desenvolvidos nos estudos das redes tróficas, aos padrões de distribuição das comunidades dulcícolas e os impactos dos usos de terra. O projeto refere-se ao uso do banco de dados, de informações de campo e de técnicas com abordagens integrativas modernas para a compreensão da distribuição e dos efeitos dos diferentes usos da terra sobre as redes tróficas, baseadas em isótopos estáveis, e avaliar como o ambiente local e a paisagem afetam a diversidade taxonômica, filogenética e funcional da biota aquática de riachos amazônicos..
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

2023 - Atual: Monitoramento da fauna (peixes, aves e mamíferos) em áreas florestadas de alto valor de conservação nos municípios de Tailândia e Tomé-açu.
Descrição: O presente projeto tem como principais objetivos: Ampliar o conhecimento sobre a diversidade, abundância e distribuição da fauna de peixes, aves e mamíferos em remanescentes florestais da empresa Agropalma e seus produtores parceiros nos municípios de Tailândia e Tomé-açu; Identificar o status de conservação das espécies ocorrentes na região a partir de dados da IUCN - International Union for Conservation of Nature e das listas de espécies ameaçadas da Fauna Brasileira elaborada pelo ICMBio;Contribuir na obtenção de dados ecológicos que possam melhorar e subsidiar a os monitoramentos destes grupos indicadores frente as alterações ambientais..
Financiador(es): Agropalma - Bolsa.

2023 - Atual: SinBiAm Sínteses da Biodiversidade Amazônica 
Descrição: Contexto: A Amazônia tem um papel vital nas estratégias internacionais para mitigar as crises globais do clima e da biodiversidade. Seus ecossistemas estão entre os mais biodiversos do mundo e contribuem para serviços ambientais em diferentes escalas espaciais. No entanto, múltiplos distúrbios antrópicos e climáticos vêm ameaçando a biodiversidade e os ecossistemas da Amazônia.Desafio: Nossa habilidade de realizar pesquisas de síntese para compreender os padrões e direcionadores da biodiversidade amazônica, bem como de transpor resultados da fronteira científica para aplicações na sociedade, é limitada por diversos desafios. Por exemplo, a maioria das bases de dados de biodiversidade (globais e nacionais) foca na flora e fauna de vertebrados terrestres, recebe apenas informações sobre ocorrência das espécies, e/ou não apresenta arcabouço tecnológico para integrar, de forma padronizada, os dados a partir de diferentes estudos. Além disso, grande parte dos estudos da biodiversidade avalia táxon e/ou regiões específicas, sem integrar os ambientes aquáticos e terrestres, e/ou avaliar os impactos ecológicos de múltiplos distúrbios.Solução: O INCT-SinBiAm estabelecerá uma rede transdisciplinar e interinstitucional de pesquisas de síntese sobre a biodiversidade terrestre e aquática da Amazônia, permitindo a continuidade dos esforços iniciados através do Projeto Synergize financiado pelo Sinbiose/CNPq. O SinBiAm produzirá pesquisas de alta relevância para a tomada de decisão e fortalecerá laboratórios associados dentro e fora dos grandes centros urbanos da região Norte.Métodos: Através da compilação, organização, e sínteses de dados previamente coletados, bem como de diferentes ações de educação e divulgação científica, o SinBiAm (1) trará avanços científicos e tecnológicos, (2) direcioná futuras pesquisas, práticas e políticas públicas; e (3) promoverá a formação das futuras gerações de tomadores de decisões, educadores e cientistas da, e atuando na, Amazônia
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2023 - Atual: Programa de Pesquisa em Biodiversidade da Amazônia Oriental PPBIO AmOR
Descrição: O PPBio-AmOr propõe uma rede colaborativa multidisciplinar e transinstitucional para preencheressas lacunas de conhecimento e propor soluções para esses desafios no contexto da AmazôniaOriental. O PPBio-AmOr [a] avançará nosso conhecimento sobre os padrões da biodiversidade frente às mudanças climáticas e alterações do uso da terra; [b] viabilizará a coleta e o monitoramento de dadosde biodiversidade terrestre e aquática de forma integrada em diferentes regiões da AmazôniaOriental; [c] combinará o conhecimento de especialistas em taxonomia e ferramentas tecnológicasautomatizadas para padronizar a identificação, curadoria e armazenamento de dados biológicos para diferentes grupos da fauna e flora amazônica; [d] revelará a biodiversidade amazônica desconhecida em regiões previamente identificadas como lacunas de conhecimento [1]; [e] promoverá trocas de saberes entre diferentes grupos envolvidos na pesquisa, educação, formulação de políticas públicas e tomada de decisões no contexto da educação e conservação da biodiversidade na Amazônia.Os objetivos do PPBio-AmOr são: [O1] fortalecer e ampliar uma rede de colaboração focada em pesquisas empíricas (dados a serem coletados) e de síntese (dados previamente coletados) sobre a biodiversidade amazônica, para [O2] preencher lacunas sobre o conhecimento ecológico de ecossistemas aquáticos e terrestres, [O3] informar práticas e políticas públicas focadas na educação, conservação e manejo sustentável, e [O4] promover a formação das futuras gerações de tomadores de decisões, educadores e cientistas da, e atuando na, Amazônia Oriental..
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2022 - atual: Aumentando o conhecimento de macrófitas aquáticas na Amazônia oriental
Descrição: avaliar a distribuição das espécies de macrófitas no estado do Pará, bem como, realizar uma análise do estado da arte dos estudos com macrófita na Amazônia, detectando suas principais lacunas e questionamentos que ainda precisam ser respondidas. Nele daremos enfoque principal na conservação das espécies que são utilizadas no dia a dia de ribeirinhos e quais os efeitos da ação antrópica na diversidade dessas macrófitas aquáticas no Pará.
Financiador(es): LOreal Brasil Comercial de Cosmeticos - Auxílio financeiro.

2022 - Atual: Avaliação da qualidade ambiental, diversidade e atributos funcionais de produtores primários (plantas e algas)
Descrição: Monitorar a biodiversidade e as características funcionais dos produtores primários nas microbacias no entorno de Barcarena e dessa forma avaliar a dinâmica espaço-temporal, identificando os principais fatores que contribuem na estruturação e distribuição dos produtores primários aquáticos nas microbacias do Rio Murucupi e do Rio Tauá. Além disso, propomos alguns experimentos para avaliar a resposta de espécies frente a variações nas condições e recursos do ambiente.
Financiador(es): Hydro Alunorte - Auxílio financeiro.

2022 - Atual: Conservation of the endangered globose cactus Melocactus lanssensianus P.J. Braun through seedling culture and reintroduction
Descrição: Melocactus lanssensianus é uma espécie de cactácea classificada como em perigo de extinção nas Listas Vermelhas nacionais e internacionais. Esta espécie tem distribuição restrita em afloramentos graníticos em três localidades dos estados de Pernambuco e Paraíba, na Caatinga brasileira. A principal ameaça é a perda da qualidade do habitat em consequência das atividades humanas. O tamanho populacional reduzido, distribuição restrita, dependência de lagartos para dispersão de sementes e impactos antropogênicos enfrentados pela população de M. lanssensianus na Paraíba atestam que iniciativas de conservação são urgentes. Buscando ampliar os estudos desenvolvidos em um projeto anterior, aqui estabeleceremos um programa de restauração ecológica, a fim de recuperar a população de M. lanssensianus em seu ambiente natural. Este projeto visa utilizar abordagens integrativas para a conservação ex situ e in situ de M. lanssensianus através do cultivo de plântulas e reintrodução. US$ 2284,80.
Financiador(es): Cactus and Succulent Society of America - Auxílio financeiro.

2022 - Atual: Avaliação de biota aquática e atributos funcionais de plantas das principais microbacias de Barcarena
Descrição: A Amazônia apresenta períodos de chuvas bem definidos, sendo os primeiros meses do ano os de maior volume de água. Essas fortes chuvas ocasionam alagamentos nas cidades, transbordamento de rios, inundações, entre outros que podem gerar problemas para biodiversidade aquática e para a vegetação ripária no entorno quando não monitorados. No entanto, para avaliar esses efeitos sobre a biodiversidade é necessário conhecer como a mesma varia espacialmente e temporalmente nesses ambientes e estudos de longo prazo são extremamente importantes para esse tipo de avaliação. A partir desse cenário, foram estabelecidas as linhas de pesquisas do consórcio que tem como objetivo fornecer subsídios ao trabalho de monitoramento da biodiversidade nos ambientes aquáticos e na vegetação do entorno da área industrial de Barcarena. Os objetivos gerais do projeto são: 1) Assessorar a empresa Alunorte em seu compromisso com pesquisas de biodiversidade, monitoramento e conservação da biodiversidade; 2) Incluir pesquisa acadêmica para aumentar o conhecimento sobre a ecologia e a biodiversidade da floresta amazônica; 3) Facilitar parcerias em educação e pesquisa entre a Alunorte Universidades locais no Pará, relacionadas às questões ambientais e sobre a biodiversidade em florestas tropicais.
Financiador(es): Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa do Pará - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: Libélulas (Insecta:Odonata) do Estado da Paraíba: Lista oficial e novos registros
Descrição: Libélulas (Insecta:Odonata) são uma ordem de insetos mega-diversa na região Neotropical com cerca de 750 espécies reconhecidas no Brasil, o que corresponde a um quinto da fauna total de libélulas na Terra. Apesar desta riqueza excepcional, as limitações taxonômicas, a deficiência de chaves de espécies e a quantidade limitada de levantamentos, leva a identificação desse grupo um grande desafio. Este cenário leva à necessidade de mais estudos que possam investigar e fornecer dados para este grupo taxonômico, visando sua utilização até mesmo como bioindicadores de qualidade ambiental, como aplicado em todo mundo. Neste sentido, este projeto propõe realizar o primeiro levantamento das espécies de libélulas presentes no Estado da Paraíba. As informações geradas fornecerão um panorama da diversidade de espécies, apresentará novos registros para o estado e, possivelmente, a descoberta de novas espécies. PVA13280-2020 - Chamada de Produtividade UFPB 03/2020 cota do Programa de Apoio à Pesquisa da UFPB.
Financiador(es): Universidade Federal da Paraíba - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: Os Cupins da Paraíba: Biodiversidade, Biomassa, Pest Status e Importância para o Funcionamento dos Ecossistemas
Descrição: O presente projeto visa realizar um diagnóstico amplo sobre os cupins da Paraíba, buscando compreender a sua biodiversidade, distribuição espacial no estado, espécies sinantrópicas e pragas (exóticas e nativas) no meio urbano, pastagens e culturas, estrutura genética das populações na grande João Pessoa, biomassa seca e estoques de carbono e nitrogênio na caatinga do estado e, por fim, o seu papel relacionado à decomposição da matéria orgânica vegetal em culturas de milho consorciado com feijão, buscando mostrar que a manutenção de áreas com vegetação conservada dentro da paisagem da caatinga pode influenciar a produtividade dos cultivos. Valor financiado: R$ 67.720,00.
Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: Padrões de diversidade e de distribuição da biodiversidade aquática no Estado do Pará 
Descrição: A diversidade de espécies em regiões tropicais e em especial na Amazônia é algo amplamente discutido há alguns séculos. Além disso, atualmente sabe-se que as florestas tropicais preservadas são valiosas para manutenção de serviços ecossistêmicos, como a polinização e a regulação do regime de chuvas, importante para a segurança alimentar e pela ?produção?, armazenamento e manutenção de água com qualidade, essencial para a manutenção da vida na terra. Paradoxalmente, existe um conflito de interesse entre a importância da Amazônia para conservação da biodiversidade e serviços ecossistêmicos com o setor produtivo que pretende explorar a terra com pecuária, agricultura e mineração. Diante disso é importante que existam conhecimentos sólidos sobre a distribuição da biodiversidade ao longo da paisagem, uma vez que assim pode-se tomar decisões de gestão territorial mais condizentes a um modelo de desenvolvimento sustentável. De forma geral existem grandes lacunas de conhecimento sobre a distribuição da biodiversidade na Amazônia, mas em especial considerando a biota aquática esses déficits são ainda maiores. Na Amazônia brasileira as mesorregiões dos municípios de Altamira, Santarém e Oriximiná, todos no estado do Pará são exemplos de grandes lacunas de conhecimento biológico. Portanto, o objetivo dessa proposta é desvendar uma fração da biodiversidade aquática de peixes, insetos aquáticos e macrófitas de 60 riachos (20 por mesoregião) em áreas desconhecidas ou pouco conhecidas da Amazônia. A partir da execução deste projeto será possível (i) reduzir as lacunas de conhecimento taxonômico da biota aquática de peixes, insetos aquáticos e macrófitas; (ii) avaliar quais são os fatores ambientais e biogeográficos que afetam sua distribuição; (iii) (iii) descrever novas espécies detectadas; (iv) avaliar o tamanho da área de distribuição das espécies e estimar sua vulnerabilidade aos impactos antrópicos; contribuindo para gestão ambiental, ecologia e conservação de espécies amazônicas. Além disso, pretende-se publicar no mínimo três artigos científicos de impacto internacional, contribuir para formação recursos humanos, com no mínimo três dissertações de mestrado e duas de doutorado de programas conveniados a esta proposta. Por fim, pretende-se fazer a divulgação dessas atividades em ações de divulgação científica, como a elaboração de cartilhas/folder e exposições, buscando ajudar na conscientização ambiental da população paraense sobre a importância da biodiversidade amazônica.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: Avaliação da biodiversidade aquática de riachos do arquipélago do Marajó 
Descrição: O objetivo geral da proposta é quantificar a biodiversidade aquática para quatro grupos taxonômicos na Área de Proteção Ambiental (APA) do Marajó, e avaliar como o padrão da biodiversidade registrada são influenciadas por variáveis ambientais, incluindo as variações hidrológicas, de clima, e alterações antrópicas. Nesta proposta estão inclusos estudos com i) peixes, ii) insetos aquáticos (Ephemeroptera, Heteroptera, Odonata, Plecoptera e Trichoptera), iii) Macrófitas aquáticas, iv) Fitoplâncton e Perifiton. Além disso, vamos também realizar uma caracterização ambiental dos locais amostrados incluindo o levantamento da vegetação das matas ciliares.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Financiador(es): Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: PROTAX N.º 22/2020 - Taxonomia, evolução e biogeografia de Cyperaceae Juss. na Amazônia.
Descrição: O bioma Amazônia é reconhecido mundialmente por apresentar uma grande biodiversidade, possuindo diversas fitofisionomias diferentes. Dentro dessas características, ambientes alagados desta região tendem a apresentar uma grande diversidade de fauna e flora, e se tratando de plantas, Cyperaceae Juss. é considerada uma das famílias botânicas com alta representatividade de gêneros e espécies para a região. Cyperaceae é reconhecida como a terceira maior família dentro do grupo das monocotiledôneas e a sétima entre as angiospermas, sendo constituída por aproximadamente 109 gêneros e 5.690 espécies, com distribuição entre regiões temperadas e tropicais do planeta. Somente para o Brasil, há ocorrência de 33 gêneros e cerca de 688 espécies, onde, para a Amazônia, são conhecidas cerca de 296 espécies, tendo metade destas espécies confirmação de endemismo para a região. Estudos sistemáticos, filogenéticos e de check list são conhecidos para este táxon. Entretanto, para a Amazônia brasileira, há uma certa escassez de trabalhos específicos sobre o grupo. Cyperaceae habita diversos tipos de ecossistemas, inclusive ambientes aquáticos e palustres, com inundações permanentes e temporárias. Para as espécies de cunho estritamente aquático, a grande maioria dos estudos realizados para a Amazônia trazem Cyperaceae como uma das principais famílias representadas dentro do grupo de plantas aquáticas. Portanto, o objetivo deste projeto é realizar estudos taxonômicos, filogenéticos e biogeográficos em Cyperaceae, enfatizando gêneros e espécies hidrófilos e ocorrentes na Amazônia brasileira, em busca de elucidar a biodiversidade e compreender as relações evolutivas, circunscrições e distribuição geográfica dos táxons estudados. Para alcançar este objetivo, tomaremos como metodologia a coleta de material botânico por toda Amazônia brasileira, focando em localidades com potencial diversidade específica de Cyperaceae, coletando e herborizando todo o material, além de registrar coordenadas geográficas, informações fitofisionômicas e ecológicas, registrando por fotografias todo o processo. Todo o material coletado será indexado nos herbários MG, IAN e RB. Também será coletado amostras de tecido vegetal para estudos moleculares. Revisão dos principais herbários brasileiros do norte para Cyperaceae e de um dos principais gêneros dessa família, a Rhynchospora seção Pauciflorae Kük., serão realizados. Com isso, espera-se obter produções de artigos científicos, com grande contribuição para a sistemática, morfologia e filogenia de Cyperaceae, além de preencher as lacunas de conhecimento deste táxon..
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: PRONEM N° 001/2021 (Fapespa/CNPq) - Sistemática, evolução e distribuição de Cyperaceae Juss., com ênfase na Amazônia brasileira
Descrição: Cyperaceae é a terceira maior família de monocotiledôneas, com ca. 90 gêneros e 5.500 espécies, de distribuição cosmopolita e elevada concentração nas regiões tropicais. Habita quase todos os ambientes terrestres e aquáticos, sendo comumente encontrada em ambientes abertos ou florestados, brejos, pântanos, charcos e margens de rios. No Brasil são registrados 30 gêneros e ca. 650 espécies, destas quase um terço são endêmicas, e distribuídas por todos os Estados e domínios fitogeográficos, com destaque à Amazônia (ca. 300 espécies). Apesar do alto valor estimado sobre a biodiversidade amazônica, o conhecimento sobre este domínio apresenta limitações quanto a amostragem de material vegetal, que além de baixa perante a vasta área total, está, principalmente, agrupada em áreas urbanas, o que dificulta o conhecimento e a compreensão da sua real composição vegetal. Somado a isso, a Amazônia enfrenta índices elevados de desmatamento, com áreas em processo acelerado de mudança de uso da terra e taxas de extinção de hábitat, com espécies ainda pouco conhecidas. Ações objetivas de conservação desses ambientes são limitadas, fundamentalmente, pelo baixo conhecimento sobre sua composição florística, situação que é agravada, pois espécies correm o risco de serem suprimidas antes mesmo de serem notadas pela ciência. Adicionalmente, o conhecimento sobre a distribuição das espécies de Cyperaceae na Amazônia brasileira ainda é incipiente, podendo ser incrementado com modelagem de distribuição potencial das espécies (SDM), e assim identificar áreas de maior diversidade de espécies e áreas pouco inventariadas, o que potencializará estudos futuros e a implementação de ações práticas de conservação. Visto que as espécies de Cyperaceae são abundantes em fitofisionomias abertas e ambientes aquáticos na Amazônia, essas se tornam fundamentais para entender a dinâmica e estruturação desses ambientes, podendo fornecer dados que auxiliem na conservação, monitoramento e manejo. Estudos taxonômicos recentes com foco em Cyperaceae na Amazônia brasileira, vêm elucidando novos registros, endemismos, espécies novas e novidades nomenclaturais, assim demonstrando enorme potencial para novas pesquisas. Tais estudos identificaram táxons que necessitam ter sua taxonomia revisada, na tentativa de auxiliar na compreensão da flora da ciperológica brasileira e amazônica, como: Eleocharis ser. Tenuissimae, Rhynchospora sect. Pauciflorae e Scleria sect. Hymenolytrum. Esses táxons contam com expressiva representatividade de espécies ocorrentes na Amazônia brasileira, e profundos problemas taxonômicos, como incongruências e/ou falta de informação quanto a delimitação e circunscrição de gêneros e espécies e suas relações evolutivas. Esses contam com complexos de espécies, promovendo usualmente identificação taxonômica forçada e imprecisa. Considerando todas as questões apontadas, este projeto visa realizar estudos sistemáticos integrativos, envolvendo dados moleculares, morfológicos, micromorfológicos e anatômicos, afim de reconstruir as relações filogenéticas e apontar características que auxiliem na circunscrição dos táxons de Cyperaceae envolvidos. Ainda, propõe revisar a taxonomia e compreender os padrões de distribuição de gêneros e espécies de Cyperaceae, principalmente ocorrentes na Amazônia, na tentativa de munir os órgãos governamentais e empresas com informações mais precisas sobre a flora deste fascinante bioma. Espere-se com o desenvolvimento da presente proposta, a disponibilização de dados robustos e confiáveis sobre a composição da flora ciperológica amazônica, por meio de artigos científicos, incremento dos acervos de herbário, formação de recursos humanos especializados e principalmente, o fortalecimento e a consolidação do grupo de pesquisas proponente.
Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.

2021 - Atual: Estudos integrados da biodiversidade vegetal para conservação e manejo da Amazônia
Descrição: A presente proposta tem como objetivo consolidar o Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas - Botânica Tropical, do convênio firmado entre o Museu Paraense Emílio Goeldi e a Universidade Federal Rural da Amazônia. O estudo botânico é um dos mais destacados e desafiadores da atualidade, pela sua complexidade e abrangência. Envolve um campo do conhecimento científico que vai desde a identificação das espécies, conhecimento sobre estrutura e função de ecossistemas naturais até o uso potencial de plantas úteis. A Amazônia é detentora de uma biodiversidade enorme e complexos problemas associados à ocupação da região, necessitando de um investimento diferenciado para avançar na capacitação de novos botânicos e no conhecimento sobre a sua biodiversidade. A proposta conta com o suporte dos herbários das instituições associadas, fontes de consulta imprescindível para estudos botânicos fundamentais (taxonomia, morfologia, anatomia e palinologia), bem como subsidiando a avaliação concreta da biodiversidade vegetal. O acervo contido nos herbários também ajudam a responder questões sobre filogenia de grupos taxonômicos recentes, biologia das plantas, espécies raras, endêmicas, de interesse econômico (medicinais, madeireiras, entre outras) e/ou em risco de extinção. Além disso, auxiliam na criação de bancos de dados confiáveis sobre floras. Além dos herbários, há laboratórios voltados para estudos anatômicos, ecológicos e ecofisiológicos. Estrutura adequada, ímpar e essencial para o desenvolvimento desta proposta. O PPG Ciências Biológicas ? Botânica Tropical atua com duas linhas de pesquisas: 1) Ecologia vegetal, manejo e conservação, onde são desenvolvidos estudos integrados, predominantemente, em ambientes amazônicos os quais investigam: i) Padrões espaciais e temporais de distribuição e abundância dos organismos e dos fatores que os influenciam; ii) Relações entre espécie e ambiente (ecofisiologia); iii) Interações e relações entre espécies, incluindo suas causas e consequências; iv) Usos da terra, através da modelagem ambiental, para ações de manejo florestal e de restauração ecológica, passivam e ativa; v) Conhecimento tradicional associado à biodiversidade; vi) Prospecção química e biotecnológica de espécies de interesse alimentar, medicinal e industrial; vii) Biotecnologia de propágulos e mudas. Os resultados gerados fornecem subsídios para formulação de politicas publicas, programas de conservação, manejo e desenvolvimento de produtos de importância econômica em um contexto local, regional e/ou nacional. 2) Sistemática e evolução de plantas e fungos amazônicos, com projetos voltados a caracterização, evolução, taxonomia e importância dos grandes grupos de fungos e plantas. Com a finalidade de reconhecer os diferentes padrões de organização, as variações morfológicas e estruturais nos diferentes grupos taxonômicos, reconhecendo adaptações, bem como a sistematização destes conhecimentos para elaboração de Floras e revisões.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.


2020 - Atual: Ecoculturing the Infant Gut Microbiome
Descrição: How does culture shape the microbial succession of the infant gut during a critical stage of development? This research project starts to answer that question using the analytical framework of ecocultural theory of child development. Studies show that contact with microbial communities in the external environment, both during birth and in the post-natal period, play a critical role in development of the microbial community of the infant gut. Moreover, the first few years of life appear to be a critical period in this developmental process ? with both short- and long-term health implications. Our current knowledge of the environmental factors that shape the infant gut microbial succession is based largely on data collected from infants living in wealthy, industrialized countries, limiting our understanding of the full range of human variation and the factors contributing to it. One such factor is pathogen exposure/infection. In applying the ecocultural theory of child development, we combine rich ethnographic data on the norms and beliefs that guide how caregivers structure infant routines with direct observations of infant activities within their socioecological context to investigate the roles pathogen exposure, diet and caregiver interactions have in shaping succession of the gut microbial community in a cohort of 140 Amazonian infants living in low- (n=70) and high-SES (n=70) households..
Financiador(es): NSF Center for Biophotonics, Science and Technolog - Auxílio financeiro.

2020 - atual: GloBioTrends - Global taxonomic, functional and phylogenetic diversity of stream macroinvertebrate communities: unravelling spatial trends, ecological determinants and anthropogenic threats ( RL)
Descrição: Anthropogenic activities threaten biodiversity at global, regional and local scales. Addressing this situation requires knowledge of the main mechanisms underlying biodiversity patterns. While the threats facing large, charismatic organisms are relatively well-known, those facing small-sized organisms inhabiting freshwater ecosystems are poorly studied, especially at large scales and in terms of joint examination of different facets, i.e. taxonomic, phylogenetic and functional facets of biodiversity. This scarcity of knowledge is largely due to the absence of an organized dataset on functional and phylogenetic information. The project GloBioTrends (1) aims to increase understanding of functional and phylogenetic differences among stream macroinvertebrate faunas across the world, (2) examines variation in the responses of taxonomic, functional and phylogenetic biodiversity to natural and anthropogenic factors within distinct regions, and (3) predicts how environmental changes at global, regional and local scales affect stream macroinvertebrate biodiversity. Webpage: https://www.largescaleecologylab.net/.
Financiamento: Academy of Finland - Auxílio financeiro.


2020- Atual: CNPq 01/2019 | Consolidação de Pós-Graduação em Ecologia - UFPA
Descrição: Apoiar propostas institucionais que busquem o fortalecimento da pesquisa científica e tecnológica por meio do intercâmbio e cooperação entre Programas de Pós-Graduação stricto sensu consolidados e não consolidados, de Instituições de Ensino Superior (IES) e Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs) para a formação de recursos humanos na pesquisa científica e tecnológica em áreas estratégicas com a concessão de bolsas de doutorado no país. Esse projeto é uma parceria UFPA, UEM e UFG para apoio a formação de doutores e fortalecimento do PPG em Ecologia (UFPA) com o apoio do PPG em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais (UEM) e PPG em Ecologia e Evolução (UFG).

2019- Atual: Integridade ambiental de igarapés em áreas de plantação de cacau (Theobroma cacao L.) e seu efeito sobre a composição de insetos aquáticos na Transamazônica
Descrição: A crescente conversão das florestas nativas em diferentes tipos de uso e atividades antrópicas para satisfazer as necessidades humanas, tem levado um declínio da disponibilidade e qualidade de habitat e consequentemente a diminuição da biodiversidade mundial. Dentre os ecossistemas, os ambientes aquáticos estão entre os mais ameaçados, pois são sistemas fortemente dependentes da sua matriz de entorno e qualquer mudança nessa paisagem refletirá de forma negativa sobre a integridade física; sobre a comunidade aquática e consequentemente sobre serviços ecossistêmicos providos por esses organismos. A situação de retirada de vegetação ripária para a plantação de monoculturas, não é diferente na Amazônia, onde a pastagem, e plantações de soja, dendê e cacau avançam sobre os ecossistemas aquáticos. Diante disso o nosso objetivo é identificar o efeito das plantações de cacau sobre a integridade dos igarapés na modificação da riqueza e composição de insetos aquáticos, avaliando se afetam e como afetam esses ecossistemas e a sua fauna em igarapés na região da Transamazônica..
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


2019 - Atual: Effects of soil use on diversity and ecophysiology on the riparian vegetation, aquatic macrophytes and plankton in streams and lagoons in mining areas of Paragominas SA, Pará, Brazil
Descrição: Evaluate how mining activities are affecting the distribution, ecolophysiological response and functioning of plants and plankton associated to water bodies in mining areas and preserved aquatic ecosystems close to Paragominas and select plant species with potential to minimize the impacts and help in regeneration process.
Financiador(es): Norsk Hydro Brazil Ltda - Auxílio financeiro.

2019 - Atual: Aquatic biota monitoring and assessment upstream and downstream of bauxite pipeline Norsk Hydro Paragominas - Barcarena (Pará, Brazil) an instream and riverscape approach
Descrição: Main goal: Assess and monitoring whether the bauxite pipeline and riverscape is affecting the integrity of streams and their aquatic fauna, including aquatic insects (Odonata and Heteroptera), fish and aquatic macrophytes...
Financiador(es): NORSK HYDRO BRASIL LTDA - Auxílio financeiro.

2019 - Atual: SYNERGIZE - Síntese de Respostas Ecológicas à Degradação em Ambientes Amazônicos
Descrição: O projeto SYNERGIZE propõe integrar conhecimentos sobre a biodiversidade e os processos ecossistêmicos em florestas e ambientes aquáticos de água doce para toda a Amazônia brasileira. A equipe sintetizará os conhecimentos existentes na área por meio de amplos relatórios de síntese, além de outros produtos para informar a tomada de decisão e aumentar a conscientização da sociedade sobre os problemas ambientais emergentes enfrentados pelos ecossistemas da Amazônia. O projeto é desenvolvido no âmbito do Sinbiose - Síntese em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (CNPq).
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

2018 - Atual: Diminuindo as lacunas Lineanas e Wallaceanas da biota aquática na Amazônia 
Descrição: A necessidade de produção de alimentos e serviços, a qual promove crescimento nos processos de urbanização e de ampliação dos agrossistemas sobre as florestas nativa, é conflitante em relação aos interesses da necessidade de manutenção da biodiversidade, das condições ambientais naturais e dos recursos ecossistêmicos. Esse cenário é ainda mais preocupante na Amazônia brasileira, por abrigar a maior diversidade de espécies do planeta, da qual uma porção significativa ainda é desconhecida e parcela significativa está sendo perdida frente à expansão das atividades antrópicas. Para proteger e valorar essa biodiversidade, é importante que a identidade das espécies, sua distribuição espacial e suas relações com as condições ambientais sejam conhecidas. Uma vez que, as lacunas de conhecimento sobre as espécies criam dificuldades para identificar as áreas prioritárias para conservação. Sem essas informações é difícil definir tecnicamente quais os locais mais adequados e importantes para a conservação efetiva das espécies. Mesmo com os importantes avanços metodológicos para esses fins, analises de áreas prioritárias são fragilizadas quando os dados primários, por exemplo, de distribuição das espécies, são reduzidos ou inexistentes. Nesse contexto, a Amazônia se destaca negativamente, pois para a maior parte do seu território não existem registros da biodiversidade com exceção de alguns grupos como aves e mamíferos, que são relativamente bem conhecidos. Outros grupos da biodiversidade amazônica apresentam uma escassez de informações a respeito da identificação de espécies e seus limites de distribuição e, quando essas informações são divulgadas, estão restritas às regiões próximas aos centros urbanos ou das calhas dos grandes rios, em virtude da maior facilidade de acesso. Esse problema fica ainda mais preocupante quando considerados os sistemas mais sensíveis, como os pequenos riachos amazônicos, que possuem uma grande dependência da matriz do entorno. Assim, o conhecimento acerca da diversidade de grupos como os invertebrados, macrófitas e peixes ainda são incipientes e essa biodiversidade pouco explorada, em especial nos pequenos ecossistemas, como os riachos. Esse fato dificulta a valoração da biodiversidade e a gestão do uso da terra. Esses grupos são componentes importantes dos ecossistemas, pois têm representantes de diferentes estratificações tróficas, desde os produtores primários (macrófitas e algas), até detritívoros e predadores. Além disso, são importantes para o fluxo de energia entre água e terra, pois têm representantes que passam parte da vida no ambiente aquático e adultos terrestres (e.g.insetos). São também amplamente conhecidos como potenciais bioindicadores de qualidade ambiental, servindo como uma ferramenta excelente para o biomonitoramento das condições ecológicas dos riachos. Portanto, todo o sistema está interligado por intrincadas relações ecológicas e avaliações em conjunto considerando os principais elementos como insetos, peixes e macrófitas, podem garantir resultados com amplas aplicações. Entretanto, todo esse entendimento só é possível se forem eliminadas as lacunas existentes. Visando progredir com o conhecimento sobre esses grupos na Amazônia e acelerar as estratégias de conservação diante do atual estado de fragmentação do bioma, este projeto tem como objetivos: (1) apresentar o conhecimento atual sobre biogeografia e ecologia de Ephemeroptera, Heteroptera, Odonata, Plecoptera, Trichoptera (EHOPT), macrófitas aquáticas e peixes de água doce que ocorrem na Amazônia; (2) ressaltar a sua diversidade, endemismo e os aspectos que podem influenciar na sua conservação; (3) coletar em áreas até então sem informação; (4) descrever novas espécies detectadas; (5) modelar o nicho das espécies representadas com o intuito de prever sua distribuição e apresentar onde estão as lacunas de conhecimento no bioma.

2018 - Atual: Efeito do uso e cobertura do solo sobre a biodiversidade e funções ecossistêmicas na Amazônia Sul-Ocidental 
Descrição: Projeto Procad estabelecido entre UFAC/UFLA/UFPA que visa avaliar os efeitos do uso e das alterações de cobertura do solo sobre a biodiversidade e sobre funções ecossistêmicas na Amazônia Sul-Ocidental. O projeto está estruturado em seis subprojetos: (i) Dinâmica temporal e resistência à seca de florestas no sudoeste da Amazônia; (ii) Efeito da alteração ambiental sobre a integridade e as comunidades aquáticas de igarapés na Amazônia; (iii) Estrutura e aspectos funcionais das assembléias de formigas, abelhas e insetos associados ao consumo de sementes em um gradiente de cobertura florestal na Amazônia Sul-Ocidental; (iv) Plasticidade e trade-offs em macrófitas que possuem uma ampla área de distribuição; (v) Efeito da estrutura do hábitat sobre as assembleias de aves de sub-bosque na Amazônia; e (vi) Efeitos da paisagem sobre as redes mutualísticas e antagonistas na Amazônia.

2017 - Atual: Macrófitas aquáticas da Amazônia
Descrição: Conhecer a biodiversidade da Amazônia é de grande importância atualmente, devido ao fato dessa região estar ameaçada pelas ações antrópicas. Macrófitas aquáticas é um grupo de organismos que podem ser usados como surrogates para os demais na preservação da biodiversidade aquática, em virtude do melhor conhecimento da sua distribuição e ecologia quando comparado com outros grupos, além de sua grande sensibilidade e importância na estruturação do ambiente para outras espécies. Apesar desse grupo ser bem estudado no Brasil, não existe um trabalho que compile suas características e mostre as lacunas do que ainda falta ser estudado ou aprofundado, fazendo que não tenhamos noção da mesma da real diversidade de macrófitas existente no Brasil. Além disso, atualmente as mudanças ambientais alteram a biodiversidade de espécies e por isso, estratégias como a criação de áreas de proteção são essenciais para preservar a diversidade de flora e fauna na Amazônia. Mas para a criação de áreas de proteção é necessário saber a distribuição espacial das espécies, só assim podemos afirmar que essa área é eficiente ou não para a biodiversidade, mas além disso, precisamos prever se essa efetividade continuará diante dos cenários de mudanças climáticas. Levando em consideração a falta de conhecimento da biodiversidade da Amazônia, a diversidade de trabalhos com macrófitas aquáticas que não sumarizam a realidade desse grupo e as mudanças nos cenários ambientais que alteram a distribuição das espécies de macrófitas, nesse trabalho será feito cienciometria/meta-analise e modelagem para suprir essa falha no entendimento das macrófitas aquáticas. No primeiro trabalho, a fim de identificar lacunas nos trabalhos com macrófitas aquáticas, usaremos dados de: (1) registros encontrados na literatura; (2) dados online e (3) identificação e análise de material de herbários. Já no segundo trabalho, para identificar a biodiversidade de macrófitas aquáticas na região Amazônica, faremos uma modelagem de como ela está distribuída, seu status de conservação atual e em cenários futuros de mudanças climáticas.

2017 - Atual: ConDEx: Continental Decomposition Experiment
  Descrição: Experiment Rationale: 1- Low within-site replication in large-scale studies (which precluded generalizations depending on the scale of interest); 2- Lack of comprehensive analysis and interpretation of decomposition data at the same scale of which regulatory factors was collected (e.g. abiotic and biotic factors); 3- Lack of identification of the main factors driving variation in litter decomposition at different spatial scales; 4- Expand the current network of freshwater ecologists (AquaRiparia) aiming at understand processes occurring at the stream ecosystems. Main questions: 1- How much of the variability of litter decomposition is distributed at each spatial scale (from stream pools to biomes/continents)? 2- What are the relative contribution of main regulatory factors influencing litter decomposition (i.e. litter traits, climate and biological communities) in streams? 3- How to consider the natural litter decomposition variability in future research (e.g. efficient local sampling efforts)?

2014 - Atual: Sistemática e Biogeografia de Anfíbios e Répteis

2012 - Atual: Efeito do Plantio de Palmeira de dendê em larga escala sobre a biodiversidade na Amazônia oriental
Descrição: Este projeto está sendo desenvolvido dentro de uma parceria de pesquisa formalizada entre a UFPA, a Conservação Internacional e a Empresa AGROPLAMA, para o desenvolvimento de uma pesquisa que envolva o monitoramento de fauna em áreas de Plantio de Palmeira para produção de óleo de Dendê. Através deste monitoramento e da quantificação de variáveis ambientais, o objetivo é elaborar um índice de integridade da fauna que possa ser replicado em outros locais da Amazônia. A área de Estudo se localiza no Município de Moju, Estado do Pará.

Link de parceiros/financiadores: 

bottom of page